15 de setembro de 2013

Guia de viagem: documentação (segunda parte)



Olá!!!

Hoje eu vim falar sobre o visto americano. Como eu falei no outro post, em Novembro vou para os EUA e para entrar no pais é necessário o visto.

Com nosso passaporte em mãos, fomos tentar (sim só tentar!!!hahaha) preencher o formulário nesse site aqui. Gente, estava eu, minha sogra e meu marido. Nós ficamos um domingo INTEIRO tentando tirar aquela bendita foto para o site!!! Que terror!! Tentamos de todas as formas: nós tiramos com máquina, pegamos fotos antigas e digitalizamos, tentamos ampliar foto 3x4, mas nada do site aceitar. Ai fomos nós tentar (sim mais uma vez, só tentar) tirar em um profissional. Quando chegamos lá os fotógrafos estavam cobrando R$ 50,00 (OI?!?!!? UMA FOTO!!!). Ai me deu uma luz (foi Deus!) e eu lembrei que um amigo meu do banco também teve problema para preencher o formulário e a agência que ele estava fazendo o pacote para ir viajar, também tinha um serviço de preenchimento do formulário. Resolvi ligar para ele e ele me disse que eles fizeram tudo: preenchiam o formulário, enviavam o boleto para pagar a taxa, agendavam a visita ao CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) e também a entrevista no consulado. E eles cobravam, na época, R$ 200,00.  Para nós valeu muito a pena, pois não íamos ter mais nenhum trabalho, a não ser ir nos dias do CASV e da entrevista.

Liguei na agência e falei com a Sônia e com o Kloves. Falei tanto por telefone, quanto por e-mail e eles são muuuuuito atenciosos!! Amei o serviço. Eles me passaram um formulário simples para preencher com nosso dados básicos: nome, endereço, com que trabalha, onde trabalha, a quanto tempo trabalha na mesma empresa e etc... Nós mandamos os formulários preenchidos e uns dois dias depois eles me mandaram, via e-mail, os boletos para pagamento da taxa do consulado, que é quase uns R$ 300,00 por pessoa.

Nós tiramos o visto em família (eu, meu marido e a minha sogra). Eu e o meu marido estávamos com o visto vencido a mais de um ano e o da minha sogra tinha acabado de vencer. O visto familiar, não tem nenhuma diferença do visto individual, a não ser na hora da entrevista, que ao invés de ir sozinho, você pode ir com todos os seus familiares que precisarem, é só agendar no mesmo dia e horário. Nós fomos em três, mas eu tive uma amiga (oi Fe!!), que foram em umas 10 pessoas, no mesmo guiche!! hahahaha.

Pagamos as taxas e ficamos aguardando o pagamento cair no sistema (normalmente são até três dias úteis). Quando caiu no sistema, o Kloves me ligou para marcarmos os dias do CASV e do consulado. Marcamos para a semana seguinte as duas visitas: uma na terça (CASV) e a outra na quarta (entrevista).

O CASV é só para tirar a foto e as coletar as digitais. No dia chegamos antes do horário e quando chegamos na porta do lugar, o segurança nos informou que não poderíamos entrar com as nossas bolsas, só com a documentação (Comprovante de pagamento, RG, passaporte e comprovante de agendamento). Não acreditamos, mas como estávamos com uns 10 minutos de antecedência e tínhamos parado o carro a uma quadra, o Ivan (meu maridão lindo) foi levar nossa bolsas no carro. Ai não bastasse isso, começou uma chuva e o coitado correndo na no meio da rua e da chuva!! Bom, ele voltou e entramos na fila para sermos atendidos. Quando chegou a nossa vez, a moça pediu a documentação, entregamos pra ela e ela foi conferindo. Quando chegou a vez de conferir a da minha sogra, ela pergunto do passaporte dela. Ai ela tinha dito que tinha deixado na bolsa!!! Coitado do Ivan!!! Teve que sair correndo (literalmente), no meio do mundo acabando, por causa da chuva!!! Até uma moça, que estava vendendo guarda-chuva, se compadeceu dele e emprestou um guarda-chuva pra ele. Na volta do carro, ele tava tão desesperado com o horário, que com o vento, o guarda-chuva da mulher quebrou!!! Parecia coisa de filme!!! kkkkkkk. Ele chegou e entregamos todos os documentos e fomos novamente para a fila. Ai eles nos direcionaram para o piso superior, onde tinha uma outra fila para tirarmos as fotos e coletarmos as digitais. Quando chegou a nossa vez, o atendente nos direcionou para um guichê só. Ai nós três tiramos as fotos, coletamos as digitais e fomos liberados. Não demorou muito e se não fosse tanta confusão no começo teria sido mais rápido, mas depois demos tanta risada que valeu a pena!!! hahahahaha.

No dia seguinte, fomos até o consulado (que fica no Morumbi. O CASV que fomos fica na Vila Mariana), também com antecedência, estacionamos o carro e fomos para a fila, do lado de fora, esperar sermos chamados (eles chamam por horário, que é de 15 em 15 minutos). Ah um parenteses: é nesse dia que nós temos que levar toda a documentação para mostrarmos ao entrevistador que nós não queremos ficar nos EUA e sim só passear. Nós levamos: Imposto de renda, holerith, carteira de trabalho, documento do carro, escritura do apartamento e extratos do banco. Chamaram o nosso horário e nos direcionaram para umas mesinhas onde os atendentes pegavam os documentos e perguntavam se era a primeira vez de visto ou não. Ele pegou o passaporte, o agendamento e o RG e colocou em uma caixinha e falou para irmos para uma da filas que estavam formadas (tem um monte de filas que eu não sei quais são as diferenças), Ainda bem que a fila que ele nos colocou tinham banquinhos, porque ficamos esperando um bom tempo, viu!?! Chamaram a nossa fila e ficamos esperando para entrar na área das entrevistas. Passamos pelo detector de metais e fomos para um outro galpão, esperando nos chamar pelo nome. Nos chamaram e fomos direcionados para uma outra fila. Ai tinha uma moça que ficava direcionando para várias filinhas que se formavam na frente das cabines do entrevistador. Até esse momento todos os atendentes eram brasileiros, aliás o único americano é o próprio entrevistador (que fala muito bem o português). Quando fomos para a fila, eu estava tão nervosa, que comecei a tirar todas as minhas blusas hahaha (estava bem frio em São Paulo). Chegou nossa vez e o entrevistador nos cumprimentou e nos perguntou porque queríamos o visto. Ai eu falei que queríamos conhecer a Califórnia. Ele então perguntou com o que trabalhávamos e perguntou só para mim quanto eu ganhava. Ele pediu para colocarmos as digitais e enquanto colocávamos ele perguntou para que lugar da Califórnia nós iriamos. Ai eu falei novamente que queríamos conhecer Los Angeles, São Francisco, San Diego e Las Vegas, que é em Nevada. Ele falou que era uma excelente viagem!! Quando ele falou isso eu fiquei tranquila!! Logo depois ele falou que os vistos tinham sido aprovados e nos entregou um papelzinho com todas as indicações para esperar pelo passaporte (ele chega em casa, através da DHL ou correios). Que peso saiu das minhas costas!!! Nossa ficamos muito felizes!!!

Os nossos passaportes!! =)))




Depois de uma semana mais ou menos nossos passaportes chegaram em casa!! Muita felicidade!!

Ufaaaa que post grande, mas decidi fazer bem detalhado, para vocês verem que não é nenhum bicho de sete cabeças... No final o entrevistador foi super simpático e não pediu nenhum documento que nós tínhamos levado.



 Mas, quando você for tirar toda precaução é pouca, por isso:

  • Chegue sempre com antecedência!! SEMPRE.
  • Se informe sobre todos os documentos obrigatórios.
  • Junte todos os documentos que mostrem que você tem vínculos no Brasil. Mesmo que para algumas pessoas eles não peçam nada, para outras pessoas eles pedem bastante coisa.
  • Fique calmo e não transpareça nervosismo. (eu fiquei bem nervosa, mas sempre mantendo a boa pose hahahahha!!)
  • E BOA VIAGEM!!!
Beijos,
Thais


Estamos no Instagram: @blogitglamour


PS: Vou passar o contato da Equipe turismo (que a Sônia e o Kloves trabalham), mas esse NÃO é um publipost!! Eu gostei muito do serviço e indico sempre eles para quem me pergunta.

Tel: (11) 4304-4818/ 4305-4818/
Cel: (11) 98777-2280
Nextel: (11) 7004-1666

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...